LAMENTOS



Nessa lua de agora
que entope meus olhos de prata
há uma conspiração ao meu desejo
de desaprender o choro
e o estancar meu manancial
de silêncios...


espera que eu sorrisse
brilhos de sol
já pra nascente do dia
que se amiúda depressa


momento crucial esse
em que meu olhar
transborda mais lamento
que pétalas de ternura
mais asperezas que mel
na concha das mãos...



Maria Lucia (Centelha Luminosa)