UM POUCO DE TUDO



Peregrina aonde vai com as mãos vazias?
O que busca ?
- sigo em frente o ponto se me faz indiferente...


na palma - vão ocultos
os recortes de amores que partiram
camuflados os seus adeuses
às escondidas, às ausências...


no torvelinho de silêncios
ecos de canto e de grito
no infinito do escaninho
espalmadas - se enchem de procura
da visão clara do sonho quando nele eu ponho
rios, lírios e luas...


busco aquela estrela que crepita e cai
quando se fizer mais escura
a noite do meu olhar...


procuro asas nas palavras para voos
meu porto de abrigo
são coisas miúdas, um quase nada
um pouco de tudo que segue comigo.


Maria Lucia (Centelha Luminosa)